AUTORIDADES DISCUTEM SOBRE SEGURANÇA E SE UNEM PARA COMBATER A CRIMINALIDADE

Os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de Patrocínio Paulista, junto a órgãos como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Conselho Municipal de Segurança (CONSEG) realizaram na tarde de ontem, no Salão do Tribunal do Júri do Fórum, uma audiência para discutir a questão da falta de segurança na cidade. A reunião foi um pedido do Conseg e teve intermédio da 213ª Subseção da OAB de Patrocínio Paulista.

O objetivo principal foi debater as limitações de cada órgão participante no combate a violência e o que todos, juntos, podem fazer para resolver o problema que se tornou crônico em Patrocínio Paulista.

A Câmara Municipal foi representada pelos vereadores Marcos Roberto Fernandes, Néria Buzatto e Vagner Andrade. Essa questão da falta de segurança, aliás, é um assunto que tem sido debatido a exaustão pelo Poder Legislativo. Com vários pedidos encaminhados à Prefeitura Municipal e, principalmente, ao Governo do Estado, para aumento de efetivo das policias Civil e Militar. Outra cobrança é a instalação de uma nova delegacia no município.

Miriam Taliberti, presidente do Conseg de Patrocínio Paulista, disse que a reunião de ontem resultou em uma ata de sugestões que serão encaminhadas ao Governo do Estado. Além disso, foi feito um planejamento com todos os envolvidos sobre pequenas, médias e grandes atitudes que serão tomadas, em conjunto, para combater a criminalidade.

"Foi enriquecedora a reunião e cada um mostrou que está se desdobrando em muitas ações. Ações essas que serão feitas em conjunto a partir de agora", disse Míriam.

O vereador Marcos Roberto também falou das ações. "A Câmara não tem medido esforços nessa questão do combate a violência. Há anos temos cobrado aumento no efetivo das policias e um trabalho preventivo. Essa união de poderes e de instituições é muito bem vinda e espero que dê ótimos resultados para nossa cidade", disse Marcos.