Alcides pede às Sec. de Saúde que disponibilize uma enfermeira para a APAE

O vereador Alcides Resende Faria encaminhou indicação à Secretaria Municipal de Saúde solicitando uma enfermeira para prestar serviços aos jovens da Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Patrocínio Paulista.

Segundo o vereador, é urgente a necessidade de uma profissional dessa área da saúde para a entidade. "É claro que a cessão deve ser feita com todas as formalidades burocráticas e possíveis diante da lei. Por isso, peço que estudem a possibilidade desse pedido de suma importância", disse o vereador no texto da indicação.

*** Reforço nos pedidos
Alcides também encaminhou indicação pedindo providências com relação a pedidos feitos por ele em fevereiro. São eles:

- A retirada parte do canteiro existente em frente ao condomínio Douglas Devós Faleiros, além de sinalizar corretamente a via e instalar lombofaixa. Segundo ele, a mudança no canteiro evitará que os veículos entrem na contramão e se deparem com os carros que chegam à cidade.

- A instalação de lombo faixas na Rua Joaquim Urbano de Figueiredo, no bairro Santa Cruz, e na Avenida Marina Maria Chaves Barcellos. “Os moradores desses locais têm reclamado há bastante tempo do excesso de velocidade dos veículos. Então é preciso tomar alguma providência antes que algum acidente grave aconteça”, disse o vereador.

Câmara quer explicações sobre situação da Santa Casa

A Câmara Municipal de Patrocínio Paulista recebeu denuncia na última terça-feira, 10 de outubro, sobre a renuncia dos diretores da Santa Casa. O comunicado partiu de um dos diretores e a justificativa foi a "insatisfação com o atual provedor".

Por conta dessa debandada, os diretores convocam assembleia para eleição de nova diretoria. Na mesma sessão, o vereador Marcos Roberto Fernandes assinou um requerimento solicitando informações sobre a situação financeira do hospital e os motivos da nova eleição para a diretoria.

Diante dos fatos, o presidente da Câmara, Ricardo Rocha, elegeu uma comissão formada por três vereadores para averiguar o que de fato está ocorrendo. A comissão formada pelos vereadores Marcos Roberto, Néria Buzatto e Geraldo Mendes vai visitar a Santa Casa e Prefeitura Municipal. "A Santa Casa não pode ficar nesta situação porque quem sofre é a população. Como esta Casa aprova verba para o hospital, vai ficar sem aprovação, sem recursos até que tudo se esclareça. Então, está mantido estes três nomes para a comissão e nos trazer informações", disse Rocha.

A vereadora Néria também sugeriu uma sabatina com todos os envolvidos no assunto para que a população possa acompanhar e entender o que está ocorrendo com o hospital.

Câmara cria Semana de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio

O município de Patrocínio Paulista terá uma semana especial dedicada à valorização da vida e prevenção ao suicídio. Um projeto de lei instituindo a semana foi aprovado na sessão da última terça-feira. De autoria dos vereadores Vagner Andrade e Alcides Resende, a proposta é realizar, anualmente, atividades relacionadas e com reflexão sobre o tema.

Segundo o vereador Vagner, que fez levantamento sobre o assunto, o Estado de São Paulo possui uma média de 4 a 6 suicídios por cada cem mil pessoa, por ano. No Brasil acontecem 26 suicídios por dia, pontuando um aumento de 30% nos últimos 25 anos.

"Desde 20005, a Organização Mundial da Saúde faz recomendações para o combate ao aumento do número de casos. Com isso, alguns Estados e Municípios elaboraram políticas de prevenção. Precisamos, também tratar e prevenir de maneira eficaz", disse o vereador.

Agora cabe a Prefeitura sancionar a lei e estipular ações especiais na semana que compreender o dia 10 de setembro.

Câmara aprova repasse de subvenção à Apae

A Câmara de Patrocínio Paulista aprovou durante a sessão de terça-feira, 3 de outubro, por unanimidade, o Projeto de Lei 80/2017 que prevê repasses de subvenção à APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) no valor de R$ 160 mil.

De acordo com a Prefeitura, o dinheiro será utilizado para custeio da entidade, já que a mesma passa por dificuldades financeiras. A APAE fica obrigada a prestar contas dos recursos recebidos até 31 de janeiro de 2018.