Néria alerta que mutuários da CDHU estão com risco de despejo

Durante a sessão da terça-feira, a vereadora Néria Buzatto alertou que alguns mutuários da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) correm o risco de serem despejados dos seus imóveis.

Segundo ela, a maioria não consegue negociar as dívidas com a companhia porque tem débitos, também, com o município. “Já existem ações judiciais em andamento para o despejo e não tem como eles negociarem por conta dos débitos tributários. A situação é preocupante e, como tudo recai sobre o município, precisamos encontrar um meio de intermediar uma negociação para não chegar ao ponto dessas pessoas serem despejadas”, disse.

Néria também aproveitou para sugerir que a Comissão de Saúde da Câmara, formada por ela e pelo vereador Marcos Roberto, se reúna com a diretora da Santa Casa para saber a situação atual do hospital, uma vez que o provedor renunciou ao cargo na última segunda-feira. “Precisamos nos posicionar em nome da população para saber dos detalhes, inclusive jurídicos, da situação da Santa Casa”, disse.

Valdete cobra regularidade nos horários de ônibus

O vereador Valdete de Jesus usou seu espaço na palavra franqueada da sessão de terça-feira para falar sobre a falta de compromisso da atual empresa de ônibus intermunicipal com os horários de saída das linhas.

Segundo ele, especialmente a linha do período da manhã, tem mudado constantemente os horários. “Tem dias que o ônibus passa as seis, em outros 6h10 e até antecipa para às 5h55. Isso descontrola para os passageiros. Sugiro a Câmara encaminhar um ofício a empresa apontando essa insatisfação dos usuários. Nosso povo já sofre muito com a questão do transporte”, disse Valdete.

Ele também sugeriu que, se possível, a Casa convoque os representantes da empresa para uma sessão da Câmara. O presidente da Câmara, Ricardo Magrin, disse que o ofício e o convite serão enviados.

Alcides pede colocação de placas nas ruas do Ederval e Aroeira

O vereador Alcides Resende apresentou três indicações na sessão de terça-feira. Uma delas se refere à colocação de placas com nomes das ruas nos bairros Jardim Aroeira e no Ederval José dos Reis.

Segundo o vereador, a falta das mesmas tem causado transtornos aos moradores, especialmente, no que se refere ao recebimento de correspondências e produtos, uma vez que os carteiros, entregadores de móveis e de supermercados não encontram os endereços.

Mais indicações
Alcides também pediu ao setor responsável da Prefeitura que faça um aterro na estrada "Mane Barra Grande" que não oferece condições de uso pelos motoristas que passam pelo local. Por fim, pediu atenção à situação das ruas da cidade que estão esburacadas e precisam urgente da operação tapa-buracos.

Fundo Social inicia a Campanha do Agasalho


O Fundo Social de Solidariedade de Patrocínio Paulista iniciou na segunda-feira, 8 de abril, mais um Campanha do Agasalho. Durante a campanha, que segue até o dia 2 de maio, serão arrecadados roupas, agasalhos e cobertores em bom estado de conservação. De acordo com a Prefeitura, as escolas municipais e a estadual da cidade promoverão gincanas para a arrecadação. Já os núcleos dos ESFs e Departamento de Assistência Social funcionarão como ponto de coleta. Participe e doe um agasalho a quem tem frio.