Lourival e Valdete pedem ponto com cobertura no bairro Santa Cruz. Matagais também preocupam vereador

 
***Os vereadores Lourival Crispolini e Valdete de Jesus assinaram juntos uma uma indicação que foi encaminhada à Prefeitura para que seja instalado um ponto de ônibus, com cobertura, ao lado da igreja no bairro Santa Cruz. No local, os passageiros têm aguardado o coletivo sob sol e chuva. Segundo os parlamentares, antes as pessoas aguardavam o ônibus em um quiosque existente ali mas, como ele foi cercado, se faz necessário a cobertura do ponto.
O vereador Lourival também pediu à Prefeitura, por meio de indicação, que providencie a limpeza dos terrenos baldios na cidade. Para as áreas particulares, ele sugeriu que seja feito o serviço e, posteriormente, cobrado do dono do terreno. Mas, segundo o vereador, também há muitas áreas públicas necessitando de limpeza. Lourival citou que essa é uma situação que incomoda os vizinhos desses locais, uma vez que é frequente o aparecimento de animais peçonhentos nas casas, gerando uma série de reclamações.
 
 
 
 
 
 

Vereadora Néria pede explicações ao Executivo sobre Distrito Industrial, isenção de IPTU e legalização de chácaras

A vereadora Néria Buzatto apresentou requerimento na sessão de ontem, 17, cobrando explicações do Poder Executivo sobre três assuntos distintos. Um deles diz respeito a regularização do Distrito Industrial. A intenção da parlamentar é saber porque está parado e o que pode ser feito nesse momento para a continuidade.
Outro questionamento de Néria à Prefeitura é sobre a isenção do IPTU que, segundo ela, tem sido negado para vários munícipes. "Queremos saber quais os critérios para esse indeferimento já que muitas pessoas dizem estar dentro dos critérios da lei, mas esbarra no valor venal que foi alterado", disse Néria.
Por fim, a vereadora também cobrou do Poder Executivo uma iniciativa a respeito da legalização dos condomínios de chácaras, uma vez que cabe apenas à Prefeitura fazer o Projeto de Lei para tal regularização. "Tenho certeza que se o Executivo encaminhar o projeto, a exemplo de outras cidades, como Itirapuã que regularizou, essa Câmara irá aprovar", afirmou a vereadora.
A imagem pode conter: 2 pessoas, listras
 
 
 

Câmara de Patrocínio Paulista adota medidas de prevenção ao coronavírus

Seguindo as normas do Ministério da Saúde e de acordo com as ações que o Governo de São Paulo vem adotando com relação ao novo coronavírus (COVID19), a Câmara de Patrocínio Paulista tomou algumas medidas de prevenção à doença.
O presidente Ricardo Rocha (PSDB) cancelou a participação de representantes da Educação que iriam no plenário responder aos questionamentos dos vereadores na sessão desta terça-feira, 17 de março.
Também, a partir de amanhã, o público será orientado a assistir às sessões pelo Canal TV Câmara, acessado pelo portal www.camarapp.sp.gov.br. A população também pode acompanhar o resultado da votação de projetos, bem como requerimentos e indicações dos parlamentares, por meio das notícias publicadas no dia seguinte à sessão na rede social Facebook e também pelo site.
A Câmara passa a disponibilizar nas suas dependências o álcool em gel para uso dos vereadores e funcionários.
Para o presidente Ricardo Rocha, é importante que a população se conscientize nesse momento de que a prevenção é necessária.
A cidade de Patrocínio Paulista não tem casos suspeitos do Coronavírus, mas, em todo Estado, já são 152 casos confirmados. Destes, 145 residem na Capital, 1 em Santana do Parnaíba, 1 em Ferraz de Vasconcelos, 1 em Carapicuíba, 1 em São Bernardo do Campo, 1 em São Caetano do Sul, 1 em Santo André e 1 em Mauá. O Estado também registra 1.177 casos suspeitos e 623 descartados. Até o momento, não há óbitos que se enquadram no critério técnico da doença.

Projeto aprovado pelos vereadores prevê repasse de R$ 450 mil à Santa Casa

A Câmara de Patrocínio Paulista aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 12/2020 que autoriza a Prefeitura a repassar R$ 450 mil à Santa Casa. O valor, que será dividido em dez parcelas de R$ 45 mil (de março a dezembro) será destinado para prestação de serviços na área de retaguarda em seis especialidades médicas. São elas: Clínica Médica; Ginecologia/Obstetrícia; Ortopedia; Pediatria; Anestesiologia e Cirurgia Geral.

Para os vereadores é mais um avanço na parceria entre município e hospital que vai beneficiar e muito os pacientes da rede pública de saúde.