Marcos se reúne com Prefeito e discute problemas da cidade

O vereador Marcos Roberto Fernandes se reuniu na última segunda-feira, 17 de abril, com o Prefeito José Mauro Barcellos. Ele aproveitou o encontro para questionar a administração sobre a forma que ela está atuando frente aos vários problemas da cidade.

Marco falou, entre outros assuntos, sobre folha de pagameto de servidores, a iluminação pública e a capacidade do aterro sanitário que está chegando ao seu limite. "Algumas situações são bem complicadas. A folha de pagamento dos servidores já alcançou 51% do orçamento. Isso dificulta, inclusive, o reajuste dos salários do funcionalismo", disse Marcos.

O prefeito também comunicou ao vereador que entrou com mandado de segurança contra a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) para que ela faça a manutenção da rede, como troca de lâmpadas. "O prefeito retirou da Câmara o projeto da taxa de iluminação e achou por bem entrar na justiça contra a CPFL a exemplo de muitos municípios", completou Marcos.

Ainda durante o encontro, Marcos foi informado sobre as inumeras ações trabalhistas que correm contra a prefeitura, especialmente de ex-secretários e ex-diretores municipais. "Algumas ações trabalhistas são até cabíveis, mas de secretários e até do próprio ex-prefeito? Achei absurdo", disse o vereador.

O aterro sanitário também foi assunto em pauta. Segundo Marcos, o aterro atual está com sua capacidade chegando ao limite e, sem área, o município terá que pagar para retirar lixo e levá-lo a outro município. "Se não me engano vai para Sales Oliveira. Paga-se R$ 81 por tonelada. A cidade soma cerca de dez tonelada por dia. Imagina quanto isso vai custar aos cofres públicos?, indagou o vereador.

Por fim, Mauro disse a Marcos que está em busca de verbas. Já conseguiu quase um milhão de reais de emendas de parlamentares para investimentos na cidade, mas esses recursos virão em parcelas ao longo do ano. "Nós vereadores estamos à disposição para ajudar a cidade no que for da nossa competência", finalizou Marcos Roberto.

Vagner pede conserto no corredor do cemitério e reforma no Ginásio Diamantão

O vereador Vagner Andrade apresentou duas indicações na sessão da última terça-feira, 18 de abril. Nas duas, ele solicita conserto e reforma em equipamentos públicos no município.

Vagner pediu ao Prefeito Mauro Barcellos que viabilize o conserto no corredor central do cemitério, que é feito de pedrinhas "petit pave" e, com isso, tem empoçado água. Ainda segundo o vereador, as pessoas, principalmente os idosos, têm caído ao tropeçar nessas pedras e se machucado.

Outro pedido de Vagner foi a reforma do Ginásio de Esportes Diamantão, local que recebe inúmeras pessoas de outras cidades da região para prática esportiva, principalmente, judô e futebol de salão.

Vagner explicou que o ginásio está bastante deteriorado, precisando de reforma urgente, especialmente nos sanitários. Além disso, é necessario que se faça uma nova pintura no local.

Alckmin estará em Patrocínio nesta sexta-feira, dia 21

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) estará em Patrocínio Paulista, na sexta-feira, 21 de abril, para o sorteio das 206 casas populares construídas pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).

De acordo com a agenda do governador, a solenidade está programada para começar às 9 horas, no Centro de Recreação e Lazer Marumbé.

INSCRITOS

Mais de 1,2 mil famílias se inscreveram para concorrer à casa própria em Patrocínio Paulista. Pelo menos 40 unidades já estão prontas para a moradia. As demais serão entregues até novembro.

A listagem dos inscritos, por ordem alfabética, está divulgada no site da CDHU. Acesse o link abaixo e confira.

http://www.cdhu.sp.gov.br/…/PatrocinioPaulista-Listagem%20d…

RICARDO MAGRIN QUER MANUTENÇÃO NAS ESTRADAS E RECOLHA DE LIXO DAS CAÇAMBAS

O vereador Ricardo Magrin apresentou duas indicações na sessão da última terça-feira pedindo melhorias na zona rural. Na primeira delas, o vereador solicita da Prefeitura a manutenção das estradas rurais do município.

Segundo ele, as estradas precisam ser patroladas porque já estão aparecendo as pedras dos cascalhos que foram jogados. Com isso, os motoristas correm o risco de verem os pneus estourados.

Outra indicação de Magrin diz respeito aos lixos jogados nas caçambas da zona rural. Segundo ele, as caçambas enchem e o lixo tem transbordado fora delas, ficando espalhados. O pedido é para que a recolha desse material seja feito num período mais curto, evitando o transbordo.