Município institui "Dia da Cultura da Paz e da Não Violência"

 

Projeto de Lei do Executivo 43/2015, aprovado na sessão de ontem, institui no município o “Dia Municipal da Cultura da Paz e da Não Violência”. De acordo com o projeto, o objetivo é incentivar a prática de ações que possibilitem e conscientizem sobre a importância da cultura e da paz.

O projeto consta, ainda, que o município terá no seu calendário uma semana com várias atividades artísticas, cientificas, esportivas e religiosas, devendo escolas bibliotecas, instituições educacionais, entre outras, hastear a Bandeira da Paz. E, na data comemorativa ao Dia Municipal da Paz - dentro dessa semana - serão feitas homenagens a entidades e cidadãos que desenvolvem trabalhos relacionados ao tema. A Semana da Paz ainda não tem data definida.

Tião Chico, Henrique Finotti e Pedro Furtado recebem homenagens

 

A Câmara de Patrocínio Paulista aprovou na sessão de ontem, em segunda votação, três projetos de Lei que prestam homenagens a cidadãos conhecidos e queridos em Patrocínio Paulista. Os nomes serão lembrados na denominação de ruas do Residencial Paraíso.

Dois Projetos de Lei, os de números 52/2015 e 54/2015, foram apresentados pelo vereador José Cláudio de Figueiredo. Eles denominam ruas com os nomes de Sebastião Zeferino da Silva (Tião Chico), que foi vereador por dois mandatos na Câmara de Patrocínio; e também Henrique Finotti, que, entre outras obras, construiu o telhado do salão do Crapa que, segundo José Cláudio está entre as obras mais bonitas da cidade.

Os vereadores também foram unânimes em aprovar o Projeto de Lei 55/2015, de autoria do vereador Marcos Roberto Fernandes, que denomina rua com o nome de Alex de Pedro Furtado. Alex faleceu ainda jovem, aos 21 anos, em dezembro de 2011, vítima de acidente de carro. Ele trabalhava como diretor administrativo na Prefeitura e, à época, cursava Direito. Era um grande entusiasta pela vida pública e política da cidade. A irmã de Pedro, Gabriela Furtado, acompanhou a votação. Emocionada, ela agradeceu aos vereadores pela homenagem.

Patrocínio terá Desfile Cívico na próxima sexta-feira

O desfile cívico em comemoração a Independência do Brasil (7 de setembro) será antecipado para o dia 4 de setembro, próxima sexta-feira, a partir das 8 horas. A apresentação contará com a presença dos jovens do Tiro de Guerra, de Franca, alunos das escolas públicas e Banda Marcial de Patrocínio Paulista.

A concentração será em frente a Prefeitura Municipal. Prestigiem!

Câmara presta homenagens a cidadãos trabalharam pela cidade

 

A Câmara aprovou na sessão da última terça-feira, 8 de setembro, seis projetos de Lei que denominam ruas dos bairros Residencial Paraíso e Ederval José dos Reis. Além de ser um instrumento importante para os bairros, as denominações também homenageiam patrocinences e cidadãos que viveram e trabalharam pela cidade. Saiba mais:

Ronaldo de Oliveira foi autor do Projeto 56/2015 que denomina Nelson Bonfim uma rua do Bairro Residencial Paraíso. Segundo o vereador o senhor Nelson Bonfim era filho de imigrantes europeus. Nasceu e morou a vida toda em Patrocínio Paulista. Pai de quatro filhos sempre trabalhou como produtor rural e faleceu em 2014 aos 90 anos. “O senhor Nelson era um exemplo de trabalho e amou essa terra como poucos”, disse Ronaldo.

Mauro de Rezende é autor de dois Projetos de Lei 59 e 61/2015 que denominam duas ruas do Residencial Paraíso de Joaquim Ferreira Aguiar e Osório Gotardo Rocha. “Fico muito feliz pela aprovação dos dois projetos porque foram exemplos de pessoas honestas e trabalhadoras de nossa cidade. O senhor Joaquim sempre ajudou as entidades do município e dizia que não era preciso pedir e sim buscar as suas contribuições. O senhor Osório também dedicou sua vida a cidade, puxando leite. Deixou uma família exemplar. Merecem nossa homenagem”, disse Mauro.

O presidente da Câmara, Ricardo Rocha, apresentou dois Projetos 62 e 65/2015 que denominam Rua e Avenida do Residencial Paraíso. Um dos homenageados é o senhor José Francisco da Silva. “O senhor Francisco para quem não se lembra entrava nas festas de peão montado em uma mula carregando a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Homem trabalhador, criou grande e íntegra família. Muitos o conheciam como Zé Urias. E o senhor Tonho da Candinha ajudou as pessoas em uma época que não existiam muitos medicamentos e ele tratou muita gente com suas ervas naturais. É um merecedor pelo trabalho que fez”, disse Rocha.

Os vereadores Giovani Silva e Marlene Crispolino apresentaram o Projeto 63/2015 que denomina Rua do bairro Ederval José dos Reis de José Benedito Lopes, “o Seu Dito” como era conhecido. “Para quem frequentava as sessões na Câmara ele era considerado o décimo vereador. Havia dias que não tinha uma pessoa sequer nessa Câmara e o Seu Dito estava aqui, firme, sempre trazendo sua opinião e reivindicações. Foi um cidadão participativo nessa Câmara. Nos deixou há pouco tempo e do seu modo simples deu sua contribuição para a cidade. É uma figura sempre lembrada”, disse Giovani.