VAGNER PEDE RETIRADA DE TERRA EM PONTE E TAPA BURACOS NAS RUAS

O vereador Vagner Andrade encaminhou indicação a Prefeitura pedindo a retirada de um monte de terra que foi jogado sobre a Ponte do sapo há vários meses. "A utilidade daquilo é questionável e está obrigando as pessoas a passarem na via pública, correndo risco de serem atropeladas. Além disso, o alambrado nesse monte de areia caiu e precisa ser consertado", explicou Vagner no documento enviado a Prefeitura.

Outro pedido do parlamentar é para que o setor competente da Prefeitura faça os serviços de tapa buracos nas ruas da cidade. O vereador citou a rua da Barra, no Bairro Continental, que está em situação precária, impossibilitando o tráfego de veículos no local.

Câmara contra a transferência da central 193

A Câmara de Vereadores de Patrocínio Paulista também fez coro contra a transferência da central de atendimento telefônico do Corpo de Bombeiros, pelo número 193, para Ribeirão Preto. Um ofício assinado pelo presidente da Câmara, Dr. Cristóvão Barcellos Júnior, foi encaminhado ao Governo do Estado em apoio à Câmara Municipal de Franca, uma vez que os Bombeiros da cidade atendem mais de dez municípios da região, inclusive Patrocínio Paulista.

A ação da Câmara de Patrocínio integra um conjunto de iniciativas para que a central continue em Franca e não seja transferida para o município de Ribeirão assim como ocorreu com o atendimento da Polícia Militar, pelo 190.

Durante uma audiência pública na Câmara de Franca, no dia 31 de março (em que esteve presente o vereador e secretário da mesa diretora de Patrocínio, Vagner Andrade), o deputado estadual Roberto Engler (PSDB) disse que há, de fato, um plano do governo de centralizar os atendimentos de segurança em dez centros tecnológicos, o que atingiria não apenas Franca, mas outros municípios.

"Tão logo soubemos dessa ideia, já marcamos o nosso posicionamento contrário à alteração junto à Casa Civil. Toda mobilização das nossas lideranças é válida e importante. Temos que gritar e reclamar sim, para sensibilizar o Governo a abandonar essa ideia”, disse Engler.

Câmara rejeita, por unanimidade, projeto de reduzia auxílio aos PMs

Foi votado na sessão de terça-feira, 28 de março, e rejeitado por unanimidade, o Projeto de Lei 8/2017 que autorizava a Prefeitura a conceder auxílio financeiro aos policiais militares no valor de R$ 250. A matéria foi rejeitada porque o valor do benefício previsto em Lei atualmente é de R$ 450. Portanto, a proposta era uma redução de duzentos reais.

Todos os vereadores usaram a palavra para manifestar seus posicionamentos favoráveis ao trabalho da Polícia Militar em Patrocínio Paulista, cujo efetivo é bastante reduzido.

O presidente da Câmara, Cristóvão Barcellos Júnior, aproveitou a discussão da matéria e disse que vai convidar as polícias Civil e Militar para discutir, na Câmara Municpal, a questão da segurança na cidade.

Câmara aprova crédito para pagamento de professores e manutenção do transporte escolar

A Câmara de Patrocínio Paulista aprovou, durante a sessão de ontem, o Projeto de Lei 20/2017 que prevê a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 239 mil.

De acordo com o Poder Executivo, 40% do valor é oriundo do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) e será utilizado para pagamento de vale alimentação dos servidores do magistério.

Outra parte , vindo de recursos estaduais, destina-se para manutenção de veículos que fazem o transporte de alunos.

A matéria teve aprovação unânime.