Câmara forma novas Comissões Permanentes

Primeira sessão ordinária do ano também é dia de eleger a novas comissões permanentes do exercício de 2016. As Comissões são compostas por três vereadores, na condição de presidente, secretário e membro, com seus integrantes sendo renovados a cada legislatura. Esses integrantes são responsáveis pelo estudo dos projetos, emitindo pareceres. As comissões têm, inclusive, a legitimidade de rejeitar uma proposta antes mesmo dela ser colocada em votação, caso o estudo efetuado seja contrário ao que se apresenta.

De acordo com o Regimento Interno, o presidente da Câmara e o secretário não podem participar das comissões. Confira abaixo como ficaram as comissões permanentes deste mandato.

*** Comissão de Justiça e Redação
Presidente: Ricardo Rocha
Secretario: Carlito Funchal
Membro: Marlene Crispolino

*** Comissão de Finanças e Orçamento
Presidente: Ronaldo Oliveira
Secretario: José Cláudio de Figueiredo
Membro: Ricardo Rocha

*** Comissão de Cultura e Assistência Social
Presidente: José Milton Faleiros
Secretario: José Cláudio de Figueiredo
Membro: Carlito Funchal

***Comissão de Obras e Serviços
Presidente: Ronaldo Oliveira
Secretario: Mauro de Rezende
Membro: Marlene Crispolino

Protesto fechará a Ronan Rocha nesta sexta-feira

Lideranças políticas e da sociedade civil de várias cidades da região se reuniram, ontem à noite, na Câmara de Patrocínio Paulista, para discutir a implantação de praças de pedágio na região: na rodovia Ronan Rocha e na Cândido Portinari.

Na semana passada, um protesto fechou a Cândido Portinari nos dois sentidos. Para amanhã, sexta-feira, a proposta é promover o movimento na Ronan Rocha e chamar a atenção do Governo do Estado para o descontentamento dos usuários da rodovia com a cobrança.

Protesto contra o pedágio fecha trânsito na Ronan Rocha

A Ronan Rocha foi tomada, na tarde de hoje, por centenas de carros e caminhões que ficaram estacionados dos dois lados da pista por conta do protesto contra a instalação de uma praça de pedágio no KM 27 da rodovia. Muitos dos caminhoneiros foram até rodovia justamente para participar da manifestação. Outros tantos motoristas também pegaram a Ronan Rocha com o mesmo propósito.

O protesto começou pontualmente às cinco da tarde e terminou as seis horas. Nesse período poucos veículos seguiram pela pista dada a necessidade de deixar o local. Assim que a rodovia foi liberada começou uma carreata nos dois sentidos da pista.

Motorista acionaram as buzinas e seguiram lentamente pela estrada. Policiais rodoviários e equipes da Autovias deram apoio e controlaram o trânsito. Os organizadores do protesto distribuíram adesivos e panfletos aos motoristas.

*** Fechamento da pista
Uma decisão do Tribunal de Justiça expedida ontem à noite determinou que protesto ocorresse apenas no acostamento da pista e que o trânsito de veículos ficasse livre. Mas, após ao atropelamento de um manifestante, que segundo informações seria o presidente da Câmara de Pedregulho, os manifestantes invadiram a pista e caminhões fecharam a rodovia nos dois sentidos. O homem atropelado não sofreu ferimentos e o motociclista foi socorrido pela viatura da Autovias.

*** Repúdio
A Câmara de Patrocínio Paulista enviou ofício ao deputado estadual Roberto Engler manifestando repúdio à instalação de pedágio na Rodovia Ronan Rocha, como se planeja a Artesp e o Governo de São Paulo.

No documento, os parlamentares pedem que a manifestação chegue às mãos do governador Geraldo Alckmin. Para os vereadores, a instalação de pedágio vai prejudicar muito os moradores de Patrocínio Paulista e Itirapuã que trabalham em Franca e também aos trabalhadores francanos.

Além disso, as cidades da região recebem diariamente materiais de construção que vem de Minas Gerais, o que acarretaria também em mais despesas a esses trabalhadores e consequente aumento de produtos.

 

Verba devolvida pela Câmara será usada no conserto de maquinários

 

O vereador Ricardo Rocha cobrou do Prefeito Marcos Ferreira a aplicação de parte dos recursos que foram devolvidos pela Câmara à Prefeitura no conserto do maquinário do município.

No final de 2015, Ricardo, como presidente da Câmara, devolveu mais de R$ 150 mil aos cofres municipais. E num ofício assinado por todos os vereadores foi pedido ao Executivo que aplicasse parte da verba na manutenção da frota. O prefeito disse que acatou o pedido e que já assinou um ofício destinando a verba para  o Fundo Municipal de Conservação de Estradas Vicinais, que é usado também para reparo de frota.