Câmara arrecada agasalhos para doação

O presidente da Câmara, Marcos Roberto Fernandes, abriu as portas do Legislativo para arrecadar agasalhos para serem doados a quem mais necessita. As doações podem ser entregues na Câmara até o dia 20 de junho, das 8 às 17 horas. Além de roupas de frio, podem ser doados também cobertores. 

O frio dos últimos dias tem sido rigoroso, com termômetros marcando a casa dos dez graus durantes as madrugadas e manhãs. Para hoje à noite, a previsão é de temperatura mínima de 14ºC em Patrocínio Paulista. Já na manhã de quarta-feira, a previsão é de onze graus.

A partir de amanhã a tarde, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as temperaturas começam a subir, mas as madrugadas e manhãs continua geladas, com temperaturas mínimas de treze graus. 

"O inverno ainda nem começou. Estamos no final do outono e muita gente está sofrendo com esse frio. Se a gente se unir, podemos ajudar muitas pessoas", disse Marcos.

Prefeitura atrasa repasses a Santa Casa

A Santa Casa de Patrocínio Paulista aguarda repasses de mais de R$ 148 mil da Prefeitura Municipal. O dinheiro é referente à contrapartida do Programa Pró Santa Casa ll, do Governo do Estado, nos anos de 2014 e 2015.

A informação foi prestada após questionamentos da Câmara de Vereadores. Segundo o provedor do hospital, Emílio Bertoni, os recursos são de extrema importância para a Santa Casa já que são direcionados aos atendimentos dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

A Câmara já enviou oficio a Prefeitura pedindo esclarecimentos sobre essa situação.

Câmara rejeita criação do Serviço Funeral Municipal

A Câmara rejeitou, na sessão de ontem, o Projeto de Lei 32/2016, de autoria do Executivo, que previa a criação Serviço Funerário Municipal em Patrocínio Paulista.

Para os vereadores, o projeto não detalhava como o serviço iria funcionar, de fato, e também iria onerar a população, já que uma empresa privada de funeral seria a gerenciadora dos serviços, inclusive do velório municipal.

O projeto saiu da sala das comissões com parecer rejeitado e, durante a votação, os demais vereadores também se posicionaram contrários. “ A terceirização melhora os serviços? sim, melhora. Mas quem vai pagar é o povo”, disse o vereador Ricardo Rocha, que é presidente da Comissão de Justiça e Redação da Câmara.

Ronaldo Oliveira, que preside a Comissão de Finanças, também se manifestou. “A cidade ganhou o velório, o cemitério é municipal, só não organiza porque não quer. Falta comando”, disse Ronaldo.

Câmara autoriza compra de veículo para o CRAS

Foi aprovado na sessão de ontem da Câmara Municipal, o Projeto de Lei 39/2016 que autoriza o Executivo a abrir créditos de R$ 67 mil. O dinheiro será destinado a compra de um veículo para uso do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).