Câmara aprova reajuste para o servidor municipal

A Câmara de Patrocínio Paulista aprovou na última terça-feira, por unanimidade, o Projeto de Lei 86/2017 que prevê o reajuste salarial aos servidores municipais. A data base da categoria é abril, mas como o Executivo não teve condições de reajustar os salários na época, ficou acordado de que o mesmo seria concedido em setembro.

O presidente do Sindicato, José Cláudio de Figueiredo, se reuniu novamente com os vereadores na última terça e explicou aos parlamentares que a categoria concordou com um reajuste de 4%, que será retroativo ao mês de setembro.

Em abril, a Prefeitura já havia concedido aumento no vale alimentação que passou de R$ 600 para R$ 627.

Alcides pede toldo no velório e lombo-faixa ao lado da garagem municipal

O vereador Alcides Resende Faria pediu a Prefeitura que estude a possibilidade de instalar toldos no velório municipal. Segundo ele, as pessoas que estão no local velando seu parentes e entes queridos reclamam que o sol atinge as salas e provoca um enorme calor.

Alcides também apresentou pedido para a construção de uma lombo faixa em frente aos pontos de ônibus existentes próximo a garagem municipal. De acordo com o vereador, existe um grande fluxo de pedestres que passam pelo local e a lombo-faixa pode evitar atropelamentos.

Geraldo: luzes da rodoviária acesas durante o dia e água suja no Sta Cruz

O vereador Geraldo Mendes apresentou indicação na sessão de ontem da Câmara informando a Prefeitura que as luzes da estação rodoviária têm ficado acesas durante o dia. Ele pede que as mesmas sejam desligadas já que isso causa prejuízo ao erário público.

Outra indicação do vereador foi direcionada ao setor de abastecimento de água da cidade. Geraldo quer saber o motivo da água distribuída no bairro Santa Cruz ter chegado suja às torneiras após conserto na rede. "O moradores estão temerosos por possível contaminação da água e da sujeira que fica retida dentro das caixas de água", disse ele.

Comissão da Câmara começa a apurar situação da Santa Casa

A comissão formada pelos vereadores Néria Lúcio Buzatto, Marcos Roberto Fernandes e Geraldo Mendes se reuniu ontem para analisar documentos da Santa Casa. Com auxílio da diretora jurídica da Câmara, Danubia Siqueira, e apoio do presidente do Legislativo, Ricardo Rocha, a comissão teve tratativas com o advogado do hospital e analisou processos referentes à instituição.

A comissão foi formada na semana passada para requerer informações junto a Santa Casa e o Poder Judiciário depois que os diretores renunciaram seus cargos. Por conta disso, médicos e funcionários estariam sem receber salários já que o provedor sozinho não pode assinar os pagamentos. Mas, segundo os vereadores, ainda na tarde de ontem a Justiça concedeu liminar à Santa Casa para que os pagamentos fossem realizados.

Ainda assim, a Câmara continua investigando a situação do hospital para dar melhores esclarecimentos à população.