Prefeitura atrasa repasses a Santa Casa

A Santa Casa de Patrocínio Paulista aguarda repasses de mais de R$ 148 mil da Prefeitura Municipal. O dinheiro é referente à contrapartida do Programa Pró Santa Casa ll, do Governo do Estado, nos anos de 2014 e 2015.

A informação foi prestada após questionamentos da Câmara de Vereadores. Segundo o provedor do hospital, Emílio Bertoni, os recursos são de extrema importância para a Santa Casa já que são direcionados aos atendimentos dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

A Câmara já enviou oficio a Prefeitura pedindo esclarecimentos sobre essa situação.

Câmara rejeita criação do Serviço Funeral Municipal

A Câmara rejeitou, na sessão de ontem, o Projeto de Lei 32/2016, de autoria do Executivo, que previa a criação Serviço Funerário Municipal em Patrocínio Paulista.

Para os vereadores, o projeto não detalhava como o serviço iria funcionar, de fato, e também iria onerar a população, já que uma empresa privada de funeral seria a gerenciadora dos serviços, inclusive do velório municipal.

O projeto saiu da sala das comissões com parecer rejeitado e, durante a votação, os demais vereadores também se posicionaram contrários. “ A terceirização melhora os serviços? sim, melhora. Mas quem vai pagar é o povo”, disse o vereador Ricardo Rocha, que é presidente da Comissão de Justiça e Redação da Câmara.

Ronaldo Oliveira, que preside a Comissão de Finanças, também se manifestou. “A cidade ganhou o velório, o cemitério é municipal, só não organiza porque não quer. Falta comando”, disse Ronaldo.

Câmara autoriza compra de veículo para o CRAS

Foi aprovado na sessão de ontem da Câmara Municipal, o Projeto de Lei 39/2016 que autoriza o Executivo a abrir créditos de R$ 67 mil. O dinheiro será destinado a compra de um veículo para uso do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).

José Cláudio presta homenagem a jovem escritora


O vereador José Cláudio de Figueiredo apresentou Moção de Aplausos a jovem escritora Lara Serafim Andrade pelo lançamento do livro “Aos Olhos da Saudade”, lançado na semana passada.

O vereador Giovani Silva apoiou a iniciativa do colega. “Fico feliz por uma jovem da cidade estar se destacando na literatura. Falta essa parte cultural no município, com poesia, contos, teatro. Isso tiraria muitos jovens do caminho ruim. A Lara certamente vai servir de inspiração para os colegas dela”, disse Giovani.