Câmara busca medidas para solucionar problemas entre alunos na escola “Jorge Faleiros”

A Câmara de Vereadores tomou a iniciativa de convocar representantes da Escola Jorge Faleiros, da Ordem dos Advogados do Brasil de Patrocínio Paulista, do Conselho Tutelar, da Prefeitura Municipal e Polícia Militar para discutir a questão do mau comportamento de alunos da unidade estadual.

Brigas de estudantes na saída das aulas, consumo de bebida alcoólica no interior da escola e até uso de entorpecentes por alunos têm preocupado as autoridades. A direção da escola informou que a unidade conta com câmeras de segurança, mas nem sempre é possível perceber a presença de alunos com bebidas. Já as brigas ao final das aulas, a escola tenta colocar monitores na saída, mas não é o suficiente. Só nesta semana três brigas foram registradas e estão circulando nas redes sociais.

Foi solicitado durante a reunião que a Polícia Militar faça uma ronda nas proximidades da escola nos horários de entrada para evitar que pessoas maiores e desocupados entregue bebidas aos alunos e, na saída, para inibir as brigas. O tenente Edmar, da PM, disse que a polícia faz o possível, mas o município conta com apenas uma viatura para dar cobertura a toda cidade, inclusive a área rural.

Já os vereadores têm reivindicado da Prefeitura que instale na cidade a função delegada de policiais militares. Na prática, o município pagaria o policial para trabalhar em horário extra para ajudar na segurança do município. A Prefeitura disse que a função delegada ainda não foi definida, mas que já está em estudo a instalação de câmeras de monitoramento pela cidade, inclusive, próximo as escolas.

“A discussão foi aberta e as autoridades estão buscando uma forma de resolver o problema. Do jeito que está não pode ficar”, disse o vereador Marcos Roberto Fernandes que apresentou o problema à Câmara.

O presidente do Legislativo, Vagner Andrade, colocou a Câmara a disposição para ajudar na busca de uma solução para esse problema. “A escola é do Estado, mas a responsabilidade é de todos nós”, disse.

Alcides cobra limpeza em bancos da praça

O vereador Alcides Faria apresentou indicação à Prefeitura Municipal pedindo providências quanto à limpeza dos bancos da Praça Central, especialmente aqueles que ficam em frente aos Correios. Alcides sugeriu que os bancos sejam lavados para que possam ser usados. Ele disse que, recentemente, presenciou um grupo de alunos do ensino infantil com os professores na praça e as crianças sentaram no chão porque estava mais limpo que os bancos.

Alcides também pediu atenção quanto à iluminação da quadra de esportes do bairro João Lopes Sobrinho. “É grande procura de pessoas que necessitam praticar atividades durante a noite e são impossibilitadas devido a escuridão do local”, disse ele.

Vereadora quer fiscalização na saída de alunos e serviços dos Correios em bairros novos

A vereadora Néria Lúcio Buzatto apresentou duas indicações na sessão da última terça-feira. A primeira delas, que será encaminhada para a Prefeitura, Néria pede que o município reforce a presença de funcionários nos horários de saída dos alunos da Escola Estadual Jorge Faleiros. Segundo a vereadora, pais de alunos a procurou insatisfeitos com alguns motoristas que não têm obedecido a interdição próxima escola e isso acaba tumultuando a saída dos alunos. Ainda segundo Néria, a preocupação maior é com risco de acidentes.

Na segunda indicação, que foi encaminhada à gerência dos Correios da cidade, a parlamentar pede que a empresa estenda a entrega de correspondências nos bairros novos de Patrocínio como Jardim Aroeira, Paraíso e condomínio Douglas Devós Faleiros.

Presidente cobra calçada na Rua Tenente Joaquim Cândido e caçambas de lixo na área rural

O presidente da Câmara, Vagner Andrade, solicitou à Prefeitura, por meio de indicação, que construa calçadas na Rua Tenente Joaquim cândido, nas proximidades da Ponte da Amizade, que liga a Vila Hípica. Segundo ele, os pedestres andam na rua já que onde deveria ser calçada está coberto por mato. Para o presidente, a calçada além de dar mais segurança para quem transita pela via, ainda colocará fim ao matagal.

Vagner também pediu ao município que estude a possibilidade de substituir as mini caçambas que ficam nas entradas das estradas rurais por caçambas maiores. E, ainda, para evitar que o lixo transborde e acabe esparramado pelos locais, ele sugeriu que as mesmas sejam recolhidas em menor espaço de tempo.